Coluna murilo Carvalho. Criciúma dos Meus Amores

18 de Setembro/2019

CRICIUMA DOS MEUS AMORES XVIII
O COMERCIARINHO
Corria a década de 60 e surgia o Comerciarinho, um time de garotos da cidade que tinha o
nego Fumanchu como o verdadeiro Sebedurao, pois foi ele quem fundou, e era o treinador o
massagista, o dono da bola, tesoureiro e Presidente. Ele era irmão do Tenente, ex-lateral do
metrópole São Paulo, e não tinha um menino da época que não gostaria de jogar no
Comerciarinho, que nada mais era do que o Juvenil do Comerciário. O comerciarinho dividia
vestiário e o campo de futebol com time profissional, por isso que eles enfrentavam os times
da várzea da região e dificilmente perdiam alguma partida. Muita gente boa passou pelo time
do Fumanchu, porem time bom igual o da foto nunca existiu outro durante a sua existência.
Voce vai ver que alguns da foto chegaram ao profissional e defenderam alguns times do
estado. Agora o que me chamou foi quando me deparei com o grande caso Roma na foto, pois
pensava que ele nunca tinha chutado uma laranja e conversa daqui, conversa dali, fiquei
sabendo que o garoto era bom de bola. Quando vejo uma foto dessas, claro que volto ao
passado de uma Criciuma pequena e já era fanática por futebol. A foto abaixo, foi batida na
frente da Igreja Antiga da Içara quando jogaram contra o Ciçara. O Fumanchu ra realmente o
cara, pois enquando o juvenil exibia um belo agasalho, o profissional nem sabia o que era
agasalho e muito menos camisa de manga Longa.
COMERCIARINHO DE 1964
Fumanchu, Nevio, Vidal, Roma, Geraldo, Xará, Pipo e Alvinho. Sentado: Nazareno, Clayton
Nets, Ivanzinho, Vantenor Gomes, Betinho Rolim, Paulinho Cardoso e Claudinho Burigo
GALHETA
Talvez você esteja se perguntado por que Galheta e respondo que a Praia da Galheta, fez parte
de minha vida num período muito legal, onde convivi com os criciumenses que não são poucos
que lá veraneavam. Pois bem , corria o ano de 2000 e Galheta linda como sempre, era a Prai
preferida dos bacanas, até por que pra chegar até lá, so quem tinha 4x4, e se dividar até hoje
isto acontece. A fest mais esperada do verão sem duvida era o Carnaval da Galheta, onde eram
cinco dias de festa, onde a principal atração era o GALHEGAY. Começavm assar o Boi no
Rolete na sexta para comer no sábado durante o dia com muito chop e muita musica. Já no
sábado a tarde tinha o futegay, sábado a noite Baile na Associaçao e domingo a tarde tinha o
Baile Infantil e o desfile e o grande GALHE GAY, onde as bonecas desfilavam livres, leves e
soltas. Morilo Meller, Guto Borba, Pico Burigo, Caquike, Pia, Alexandre Gordo, a turma da
Zamaco, Petao, Egidio Stopassolli, Bugio e por ai afora. Agora o mais premiado sem duvida
alguma sempre o grande Roma, até por que quem o produzia eram as primas Fatima, Nara
Beneton e Maria Inez. tempo realmente muito, bom pois você la encontrava, figuras queridas
da idade, como o seu Rubens de Luca, Queijinh Dario, Rosenir Ramos, Dondé e família Pico
Burigo, Edilando Moraes, Santinho e Lelé, Tiao e jadna, Juni Cardoso, Pelana, o emprestado
Luiz Pelegrim e sua esposa Mari, Alfredo Gazolla e Zulminha, Odilmar Monteiro e família,
Walcir Burigo e Família, Banha Burigo e família, a grande Miroca Barp, Jorge Canjica e esposa,
Gil Zanette e esposa e mais a turma do Ipuã que nessa época era um mistura só


Coluna murilo Carvalho. Criciúma dos Meus Amores

18 de Setembro/2019


CRICIUMA DOS MEUS AMORES XVIII
O COMERCIARINHO
Corria a década de 60 e surgia o Comerciarinho, um time de garotos da cidade que tinha o
nego Fumanchu como o verdadeiro Sebedurao, pois foi ele quem fundou, e era o treinador o
massagista, o dono da bola, tesoureiro e Presidente. Ele era irmão do Tenente, ex-lateral do
metrópole São Paulo, e não tinha um menino da época que não gostaria de jogar no
Comerciarinho, que nada mais era do que o Juvenil do Comerciário. O comerciarinho dividia
vestiário e o campo de futebol com time profissional, por isso que eles enfrentavam os times
da várzea da região e dificilmente perdiam alguma partida. Muita gente boa passou pelo time
do Fumanchu, porem time bom igual o da foto nunca existiu outro durante a sua existência.
Voce vai ver que alguns da foto chegaram ao profissional e defenderam alguns times do
estado. Agora o que me chamou foi quando me deparei com o grande caso Roma na foto, pois
pensava que ele nunca tinha chutado uma laranja e conversa daqui, conversa dali, fiquei
sabendo que o garoto era bom de bola. Quando vejo uma foto dessas, claro que volto ao
passado de uma Criciuma pequena e já era fanática por futebol. A foto abaixo, foi batida na
frente da Igreja Antiga da Içara quando jogaram contra o Ciçara. O Fumanchu ra realmente o
cara, pois enquando o juvenil exibia um belo agasalho, o profissional nem sabia o que era
agasalho e muito menos camisa de manga Longa.
COMERCIARINHO DE 1964
Fumanchu, Nevio, Vidal, Roma, Geraldo, Xará, Pipo e Alvinho. Sentado: Nazareno, Clayton
Nets, Ivanzinho, Vantenor Gomes, Betinho Rolim, Paulinho Cardoso e Claudinho Burigo
GALHETA
Talvez você esteja se perguntado por que Galheta e respondo que a Praia da Galheta, fez parte
de minha vida num período muito legal, onde convivi com os criciumenses que não são poucos
que lá veraneavam. Pois bem , corria o ano de 2000 e Galheta linda como sempre, era a Prai
preferida dos bacanas, até por que pra chegar até lá, so quem tinha 4x4, e se dividar até hoje
isto acontece. A fest mais esperada do verão sem duvida era o Carnaval da Galheta, onde eram
cinco dias de festa, onde a principal atração era o GALHEGAY. Começavm assar o Boi no
Rolete na sexta para comer no sábado durante o dia com muito chop e muita musica. Já no
sábado a tarde tinha o futegay, sábado a noite Baile na Associaçao e domingo a tarde tinha o
Baile Infantil e o desfile e o grande GALHE GAY, onde as bonecas desfilavam livres, leves e
soltas. Morilo Meller, Guto Borba, Pico Burigo, Caquike, Pia, Alexandre Gordo, a turma da
Zamaco, Petao, Egidio Stopassolli, Bugio e por ai afora. Agora o mais premiado sem duvida
alguma sempre o grande Roma, até por que quem o produzia eram as primas Fatima, Nara
Beneton e Maria Inez. tempo realmente muito, bom pois você la encontrava, figuras queridas
da idade, como o seu Rubens de Luca, Queijinh Dario, Rosenir Ramos, Dondé e família Pico
Burigo, Edilando Moraes, Santinho e Lelé, Tiao e jadna, Juni Cardoso, Pelana, o emprestado
Luiz Pelegrim e sua esposa Mari, Alfredo Gazolla e Zulminha, Odilmar Monteiro e família,
Walcir Burigo e Família, Banha Burigo e família, a grande Miroca Barp, Jorge Canjica e esposa,
Gil Zanette e esposa e mais a turma do Ipuã que nessa época era um mistura só





Continental OP




Gas conteúdo
Login Biz

INSTAGRAM





 

Copyright 2017 © - Todos os direitos reservados - Murilo Carvalho

Desenvolvido por Loginbiz.biz